• 253 648 629
  • bombvieiraminho@gmail.com
    • campanha1

    Discurso de tomada de posse do Presidente da Direcção da AHBVVM

    Discurso de tomada de posse

    Sr. Presidente de Câmara Municipal de Vieira do Minho - Engº António Cardoso
    Srª Presidente da Assembleia Municipal de Vieira do Minho - Drª Neli Pereira
    Sr. Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso Manuel José Baptista
    Senhores Vereadores da Câmara Municipal de Vieira do Minho
    Sr. Presidente do Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho – Dr. Fernando Dalot
    Sr. Presidente da Mesa da Ass. Geral dos Bombeiros Voluntários de V.M. – José Luís Machado
    Sr. Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vieira do Minho – Dr. Alfredo Ramalho
    Sr. Arcipreste de Vieira do Minho – Ver. Padre Alcino Xavier da Silva
    Sr. Comandante do Corpo Activo – António Macedo
    Sr. Comandante do quadro de Honra – Sr. Ribeiro
    Bombeiros do Quadro de Honra
    Bombeiros do Quadro Activo
    Comunicação Social
    Minhas senhoras e meus senhores
    Vieirenses

    Permitam-me que as minhas primeiras palavras sejam dirigidas às mulheres e aos homens, às jovens e aos jovens (meninas e rapazes) que servem esta instituição.
    Desde pequeno me habituei a ter a maior consideração e o melhor respeito por cada um de vós que hoje sois bombeiras e bombeiros, naqueles que há 74 anos deram início a esta Corporação de Bombeiros, que é hoje a vossa e nossa Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho.
    Era com arrepios no corpo que eu criança via passar os Bombeiros para socorrer as pessoas e os bens alheios. Hoje, continuo com essa mesma atitude de admiração em cada um de vós, quando vos vejo passar uniformizados ou não pelas ruas da nossa vila ou em serviço. Ainda hoje, quando me cruzo com uma das viaturas que vós tão bem dirigis, o mesmo calor frio, a mesma admiração.
    Como diz o actual Papa Francisco: “ Quando passa um bombeiro, devíamos saudá-lo com um
    “OLÁ AMIGO”. Sim. O Bombeiro é o amigo de todas as horas, mas principalmente “amigo” nas horas más da nossa vida. O “herói” de todas as horas, mesmo que não tenha necessidade de morrer. O amigo que diz pronto, quando chamados a socorrer, mesmo sabendo que do outro lado está alguém que em algum momento não foi simpático para com ele, bombeiro. Herói de todas as horas, mesmo naquelas dolorosas, em que do outro lado se encontra o pai, a mãe, o familiar, o amigo. Não fosse o lema do bombeiro: “VIDA POR VIDA”.

    Uma palavra de admiração e de amizade pelos “nossos mais velhos”, a “ velha guarda”. Na pessoa do Comandante do Quadro de Honra, Sr. Ribeiro. Não me esqueço da sua máxima sempre que se encontra comigo: “Voluntários na doação, profissionais na acção”. Para todos vós o abraço amigo e esperança de que posso (podemos) contar convosco, pelo conselho sábio e experiente. Vós sabeis a admiração que nutro por cada um de vós.

    Ao Comando, na pessoa do Sr. Comandante António Macedo, a quem formalmente dirigirei o convite desta nova direcção para que possa continuar a trabalhar com os nossos bombeiros.
    Espero e desejo que venha a aceitar esse convite que formalmente lhe dirigirei. Esperando do Sr. Comandante e seus mais directos colaboradores, a responsabilidade e profissionalismo que sempre souberam transmitir e aplicar no trabalho directo com os homens e mulheres que servem esta Instituição e os vieirenses.

    Sr. Presidente da Câmara Municipal e demais Membros do Executivo camarário. Agradeço em nome da direcção a que presido a vossa presença, sinal da estima e do carinho que penso têm para com esta Instituição – os Bombeiros. Não é a maior instituição do Concelho em termos empregadora, não. Mas é aquela que mais povo serve, por isso a mais importante.
    Sabemos e conhecemos do interesse que Vossas Excelências mostram pelos nossos Bombeiros. Sabemos e conhecemos também das dificuldades financeiras que o Município que dirige tem. Quero crer, Sr. Presidente, que não vai regatear esforços para que juntos consigamos dotar os nossos Bombeiros de instalações dignas do seu estatuto. Pelo que acabo de afirmar, o bombeiro tem de ser admirado, amado e acarinhado.
    Sr. Presidente da Câmara, não seriam os bombeiros, não serão os bombeiros a julgá-lo pelas suas escolhas, que acredito serão sempre em prole desta tão nobre instituição, mas sim, o Povo de Vieira, que vê em si, Sr. Presidente com os seus colaboradores, o homem que à frente dos destinos do Concelho, espera e acredita que, finalmente, vai dotar o Município de instalações dignas dos “príncipes” que são os nossos Bombeiros, melhor, que devem ser os nossos Bombeiros.
    Solicito-lhe Sr. Presidente a disponibilidade para que no seu dia-a-dia, pense nestas mulheres e nestes homens a fim de que, também diariamente acredite tem aqui nesta casa sempre alguém disponível, para ir ao encontro de um dos seus munícipes onde quer que ele (s) se encontre (m). Homens e mulheres disponíveis para “Servir Vieira” com o mesmo arrojo e querer, estou certo, são atitudes que o Sr. Presidente cultiva no seu dia-a-dia.

    Aos colegas de direcção e demais corpos sociais.
    Obrigado pela disponibilidade que demonstrastes para fazer parte dos Orgãos Sociais desta casa. De nenhum de vós ouvi um “SE” ou um “MAS”. Disponibilidade PARA SERVIR tão nobre casa e tão nobre causa: os Bombeiros. Saberemos honrar, estou certo, aqueles que desde o início da mesma passaram por esta nobre casa. Peço-vos esta mesma disponibilidade a partir de hoje, para juntos trabalharmos. Os Bombeiros, os Vieirenses esperam muito de nós!
    Estaremos à altura dessa exigência?
    Aos Vieirenses: saibamos apoiar os nossos Bombeiros, estimemos os nossos Bombeiros, acarinhemos os nossos Bombeiros, amemos os nossos Bombeiros. Olhem para os nossos Bombeiros como um amigo em quem podemos e devemos confiar.
    Vieirenses. Um dos ingredientes importantes da nossa vida, não é ter muitas coisas, mas sim, termos em quem confiar. Os Bombeiros dão-nos essa garantia de confiança.
    Como afirmava ontem (quinta-feira, dia 2) o comandante Francisco Mesquita dos Bombeiros Voluntários de Famalicão, em entrevista ao Jornal “Diário do Minho”, no fascículo “Igreja Viva”: “O jovem Bombeiro voluntaria-se para servir o próximo”.

    Quero deixar uma palavra de gratidão à anterior direcção e demais corpos socias, na pessoa do seu presidente Dr. Fernando Dalot. Sou testemunha presencial do empenho que ele particularmente dedicou, assim como a direcção que o Dr. Dalot presidiu aos nossos Bombeiros. Obrigado e aquele abraço amigo.

    Vivam os nossos Bombeiros.
    Viva Vieira do Minho
    Obrigado