• 253 648 629
  • bombvieiraminho@gmail.com
    • campanha1

    HISTÓRIA DA ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS

    A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho foi fundada no dia 12 de Fevereiro de 1940.

    Um grupo de Vieirenses, com o auxílio da Câmara Municipal de então, decidiram fundar uma Corporação de Bombeiros no Concelho. Era presidente da Câmara o Exmº Senhor Dr. José Duarte Carrilho e Chefe da Secretaria o Exmº Senhor Varela e Seixas que viria a ser o primeiro Comandante da Corporação, cargo que exerceu até 1942, sucedendo-lhe o Exmº Senhor Professor Brás da Mota que exerceu o cargo até 1945, altura em que deixou de haver actividade da Corporação.

    1941 - Foi adquirida a uma família de Sabrosa a viatura PACKARD modelo 1926, correspondendo ao ano de fabrico, veículo este que foi transformado num Pronto-socorro que esteve ao serviço mais de três décadas, sendo actualmente um veículo Museu.

    1946 - Um grupo de jovens moradores no então Lugar da Rua, artéria agora designada por Rua Luís de Camões, apoiados pelo Presidente da Direcção e sob a orientação do Senhor Francisco Pereira Lameira, solicitaram ao Exmº Senhor Presidente da Câmara Municipal, Dr. Guilherme de Abreu, autorização para levantar de novo a Corporação, o que foi concedido, tendo esse grupo mantido em funcionamento todo o material disponível, à data, um pronto-socorro Packard e uma Ambulância da marca Citroen.

    1951 - No mês de Setembro, em virtude dum acidente com essa Ambulância, que resultou no falecimento dum elemento do Corpo Activo, foi de novo encerrada a porta do Quartel.

    1953 - Uma Comissão Administrativa presidida pelo Exmº Senhor Engenheiro Ernani José da Silva, Administrador dos Serviços Florestais, foi de novo reorganizada a Associação e o Corpo de Bombeiros que passou a comandar. Com o Senhor Engº Ernani Silva como Comandante a Corporação ganhou nome e prestígio, pelo seu aprumo e serviços prestados.

    1965 - Na Presidência do Sr. Engenheiro Ernani Silva, foi remodelada e transformada em Quartel dos Bombeiros a garagem da Empresa de Camionagem Marinho, de Braga, sita na Praça Guilherme de Abreu, no centro da Vila de Vieira do Minho. Durante aquela vigência, e através da colaboração dos Regedores de Freguesia, foi feito um Cortejo de Oferendas que permitiu a aquisição de uma viatura de Incêndio – o carro Bedford, e de uma Ambulância da marca Skoda.

    1970 - Tomou posse uma nova Direcção, presidida pelo Exmº Senhor Bernardino Cruz. Com esta Direcção foram acabadas as obras de remodelação do Quartel, como ainda, foi adquirida uma viatura todo-o-terreno Land Rover com depósito de água com capacidade de 180 litros e bomba acoplada.

    1973 – Foram inauguradas as obras de ampliação e remodelação do Quartel da Praça Guilherme de Abreu, com a presença da altas individualidades do distrito.

    1979 - A 07 de Maio celebrado o protocolo entre o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, tendo então sido atribuído a este Corpo de Bombeiros uma Ambulância da marca Mercedes, que esteve ao serviço alguns anos até ser substituída por outra. Foram recebidas do INEM outras ambulâncias, entre elas, uma viatura da marca Iveco, modelo 30.0 e uma Renault Master, que ainda se encontram ao serviço da Corporação como ambulâncias de socorro. Actualmente está sedeada no PEM de Vieira do Minho uma nova Ambulância com imagem INEM, da marca/modelo Volkswagen Crafter, que foi entregue, pela Exª Srª Ministra da Sáude, em cerimónia solene que decorreu em Belém, Lisboa, a 27 de Fevereiro de 2009.

    1984 - Foi criada a Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, com jovens dos dois sexos, alguns Bombeiros do Quadro activo, aproveitando elementos que anteriormente faziam parte da fanfarra dos Escuteiros da freguesia da Ventosa. A actividade da fanfarra terminou dois anos mais tarde face à falta de elementos que entretanto emigraram ou foram residir para fora do concelho.

    1985 - No início do ano, na Presidência do Exmº Senhor Carlos Alberto Ribeiro, que teve início em 1979, foi adquirido um auto-tanque da marca Volvo, o primeiro veículo com grande capacidade de água e com bomba de alta pressão, viatura esta ainda operacional e com a nomenclatura VECI 01.

    1990 - No mês de Fevereiro, nas comemorações do centenário da Associação, foi assinado o protocolo para a construção do actual quartel dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho a edificar em terreno adquirido e cedido pela Câmara Municipal de Vieira do Minho, sendo aberto concurso público para a construção através do anúncio publicado no DR nº206 de 06 de Setembro de 1990. Depois de alguns contratempos na execução da obra, que nunca foi terminada nem inaugurada, e face às precárias condições do velho quartel da Praça Guilherme de Abreu, vieram aquelas instalações a ser ocupadas pelos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho em Abril de 1995 e, cumulativamente, foram-se executando alguns trabalhos finais de acabamentos.

    1994 - Em Janeiro deram-se início às diligências com vista à criação de uma Secção destacada em Ruivães para servir as populações do nordeste do concelho de Vieira do Minho. A Secção de Ruivães dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho veio a ser criada por homologação do despacho do então Serviço Nacional de Bombeiros (SNB) de 08 de Março de 1995. A Secção entrou em funcionamento, oficialmente, no dia 19 de Agosto de 1995, tendo como primeira viatura de socorro uma ambulância Mitsubishi L300, ainda ao serviço do Corpo de Bombeiros, ocupando um pequeno espaço sito no Lugar da Vila, cedido pela Junta de Freguesia local. Com vista a dotar a Secção de Ruivães com um Quartel condigno para albergar os soldados da paz, foram encetadas diligências com vista à construção de um Quartel de raiz, tendo sido adquirido um terreno para esse fim no Lugar do Arco da freguesia de Ruivães. Assim, veio a ser encontrado um parceiro para o financiamento da obra, a EDP, como reconhecimento pelo apoio dos Bombeiros no empreendimento Venda Nova II (Central hidroeléctrica de Frades). Em 15 de Julho de 2002 foi celebrado um protocolo, entre a Câmara Municipal de Vieira do Minho, a Companhia Portuguesa de Electricidade (CPPE) e a Rede Eléctrica Nacional (REN), responsabilizando-se a Câmara Municipal pela execução do projecto e pelos respectivos licenciamentos, sendo o financiamento assegurado pela EDP no valor de €300.000,00, seguindo-se o lançamento e bênção da primeira pedra no local a edificar o Quartel. No DR nº284 de 09 de Dezembro de 2002 foi publicado o anúncio público para a construção do Quartel da Secção de Ruivães dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, obra que veio a ser adjudicada em 17 de Abril de 2003 e que ficou concluída em meados do ano de 2004, com divergências quanto à sua propriedade o que atrasou a sua ocupação pelos legítimos destinatários – Os Bombeiros da Secção de Ruivães do Corpo de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho. Finalmente, em 06 de Maio de 2007 o novo quartel da Secção foi definitivamente ocupado pelos Bombeiros, depois de ter sido assinado no dia 25 de Abril do mesmo ano o Contrato de Comodato ente a Câmara Municipal de Vieira do Minho, a Junta de Freguesia de Ruivães e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, vindo a ser solenemente inaugurado em 10 de Junho de 2007 pelo Presidente da Câmara Municipal de Vieira do Minho, Padre Albino Carneiro.

    1995 - Em Junho foi formada a primeira equipa de mergulhadores do Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, após conclusão da respectiva formação, sendo então adquirida uma embarcação semi-rígida com motor fora de bordo, para apoio em actividades desportivas, reconhecimentos, buscas e resgate de cadáveres. A actividade desta equipa veio a ser interrompida em finais do ano de 1996 na sequência do falecimento de um elemento da equipa, o Bombeiro Valdemar Morais Ramalho, ocorrido em 16 de Junho de 1996, quando se encontrava numa missão de resgate de um afogado na Albufeira do Ermal

    1998 - Em 15 de Fevereiro, aquando das comemorações do 58º Aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, foi Inaugurado o Monumento ao BOMBEIRO VOLUNTÁRIO pelo Exmº Senhor Ministro da Administração Interna, Dr. Jorge Coelho.

    2000 – O Corpo de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho recebeu os primeiros elementos do sexo feminino, Cadetes e Aspirantes, tendo concluído a formação para Bombeiros 10 Aspirantes, passando então a integrar, em 26 de Janeiro de 2002, o Corpo Activo como Bombeiras de 3ª Classe.

    2008 - Aproveitando uma iniciativa do Governo da Nação que legislou no sentido de dotar os Corpos de Bombeiros, nos horários diurnos dos dias de semana, de uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP), em 06 de Março a Direcção da AHBVVM assinou um protocolo com a Autoridade Nacional de Protecção Civil e com a Câmara Municipal de Vieira do Minho por forma a criar uma EIP no seio do Corpo de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho. Efectuado o concurso e a respectiva selecção, veio a ser formada a primeira EIP do distrito de Braga que entrou em funcionamento no dia 06 de Maio de 2008, tratando-se de uma equipa de cinco Bombeiros profissionais, suportada em partes iguais pela ANPC e pela CMVM.

    No passado recente, e actualmente, é preocupação da Direcção e do Comando dotar a Corporação de mais e melhor meios, pelo que foram feitos investimentos em novas viaturas (destacando-se a aquisição de um VSAT, de 2 VLCI’s todo-o-terreno, e de quatro ambulâncias de transporte de doentes – ABTD’s e ABTM’s), em Equipamentos de Protecção Individual (EPI), na formação dos Bombeiros, e ainda, nas condições dos próprios Quartéis, criando-se mais operacionalidade aos espaços e, simultaneamente, melhores condições de trabalho e bem estar para todos quantos trabalham e frequentam os quartéis.

    Finalmente, e com a legítima esperança que esta preocupação passe também à história da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho, é vontade de todos que seja solucionado o problema relacionado com o actual Quartel sede de Vieira do Minho, que passará pela sua total recuperação e requalificação ou, numa perspectiva mais optimista, na construção de um novo Quartel de raiz, havendo já um terreno disponível para tal, bem assim, um projecto prévio de arquitectura elaborado pelos serviços técnicos municipais, encontrando-se a Direcção e a Câmara Municipal a estudar as possibilidades de financiamento por parte do poder central, com vista a dotar o Corpo de Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho de um Quartel voltado para o futuro.


    Foram Presidentes da Direcção da AHBVVM:

    Dr. José Duarte Carrilho 1940 –
    Engº Ernani José da Silva 1953 - 1967
    Dr. Lourenço José da Silva 1967 – 1970
    Bernardino António da Cruz 1970 - 1975
    Domingos Barreiro da Silva 1975 - 1979
    Alberto Carlos Pereira Ribeiro 1979 - 1989
    Dr. Alfredo Inácio Abreu Ramalho 1989 – 1996
    António Manuel Abreu Dantas 1996 – 2002
    Prof Alberto Rui Monteiro da Silva 2002 – 2004


    Foram Comandantes do Corpo de Bombeiros

    Abel Luís de Sousa Varela e Seixas 1940 – 1942
    Aníbal Brás da Mota 1942 – 1945
    Ernani José da Silva 1953 – 1958
    António Manuel Abreu Dantas 1961 – 1962
    Adolfo Augusto Morais de Macedo 1964 – 1969
    Aníbal Augusto Leite Ribeiro 1970 – 1971
    José António Rodrigues do Vale 1971 – 1977, 1982 – 1990
    Artur Duarte de C. da Rocha Calisto 1977 – 1978
    Manuel António dos Santos 1978 – 1982
    Alberto Rui Monteiro da Silva 1990 – 1991
    José António Canelas Ribeiro 1991 – 2005
    Armando Freitas Veiga 2005 – 2006

    Crachás de Ouro da LBP

    Justino António de Barros, Chefe 13 de Fevereiro de 2005
    Afonso Ferraz Dias, Chefe 13 de Fevereiro de 2005
    António José Matos Mota, Sub-chefe 13 de Fevereiro de 2005
    Armindo da Silva Vilaverde, 2º Comdte 17 de Fevereiro de 2008